Não brinquemos com Deus!

Certamente Ele é o Pai amoroso de Jesus e nosso Pai, desde o santo Batismo; mas, é também o Deus Santo: Aquele em relação ao Qual sempre haverá uma enorme distância: somos criaturas, Ele é o Criador; somos tão limitados, Ele é Infinito! “Não te aproximes! Tira as sandálias dos pés: o lugar em que pisas é santo!”

Insisto: não brinquemos com o Senhor Deus: aproveitemos este tempo quaresmal, tempo da paciência divina, para a nossa conversão. E aí, então, iremos conhecendo o verdadeiro Nome de Deus: “Eu sou o que serei!”, isto é: “Eu sou o que serei para vós! Na medida em que caminhardes Comigo, em Mim fundamentando vossa existência, sabereis por experiência quem Eu sou!”

Não se pode conhecer a Deus teoricamente; não se pode experimentar a proximidade e doçura do Senhor sem caminhar com Ele, a Ele confiando nossa vida! Insisto mais uma vez: nosso Deus é o Deus fiel, o Deus de amor e misericórdia, capaz de ver nossas misérias, conhecer nossas angústias e descer até o chão de nossa existência para nos libertar e nos dar vida em plenitude. Mas, para isto, é necessário levá-Lo a sério e entrar no caminho de conversão a Ele!

Que o Senhor Jesus nos conceda esta graça da verdadeira conversão! Que pela Sua santíssima paixão Ele nos livre de banalizar os apelos que nos faz e nos coloque no reto caminho de uma verdadeira mudança de vida!

Que nos ajude o nosso Jesus, Ele que na Sua misericórdia, nos adverte sobre a necessidade da conversão verdadeira e constante! A Ele a glória para sempre. Amém.

 

Via Dom Henrique Soares da Costa

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s