Ppa Francisco: Show da Humildade.

Por Catarina Benincasa

Assisti recentemente, na Remnant TV, um diálogo entre dois jornalistas: Michael Matt e Christopher Ferrara.

Os jornalistas comentavam, entre outras coisas, que alguns vaticanistas e a própria mídia secular já estão dando sinais de enfado com o “show da humildade” de Papa Francisco.

Só para citar um exemplo recente, o jornal inglês The London Independent não perdeu a oportunidade de zombar do Sumo Pontífice dizendo: “Em seu esforço contínuo de mostrar como ele é um cara totalmente legal, o Papa Francisco requisitou um novo Passaporte e Carteira de Identidade para que ele possa viajar o mundo sem ‘gozar dos privilégios’ que outros não possam ter (sic!)”.

Em suma, a absurda exibição de humildade está se manifestando como aquilo que sempre foi: um ridículo, clamoroso e absurdo populismo.

Christopher Ferrara comenta:

“Estes supostos gestos de humildade, de alguma forma, conseguem publicidade mundial. Soube-se imediatamente que ele pagou 55 dólares [pelo passaporte]. Soube-se imediatamente que ele se humilhou, por assim dizer, obtendo um passaporte e uma carteira de identidade com o seu nome antigo como se ele fosse com ‘cara como os outros’. Todas estas coisas são imediatamente trombeteadas pelo mundo inteiro e isto não aconteceria sem a cooperação do Vaticano e da mídia mundial. Não é isto que se espera de uma demonstração de humildade: a imediata e universal divulgação! […] Trata-se de uma série de gestos que ficam bastante ridículos quando se considera quem o homem é. Ele é o Vigário de Cristo! E então ele sobe num avião carregando uma surrada maleta de couro e todo mundo diz: ‘Nossa! Olha a maleta surrada! Ele mesmo carrega sua mala!’ Mas ele está subindo em um avião a jato fretado para seu uso pessoal numa viagem para um país estrangeiro! E onde, no caso do Brasil, haverá uma festa na praia, com o custo de 28 milhões de dólares, só para celebrar sua chegada no Rio! Bom, se vamos falar de humildade, por que não se pegam estes 28 milhões de dólares e se distribuem, digamos, para 5 mil famílias que vivem nas favelas da periferia do Rio? Este montante certamente mudaria ao menos 5 mil vidas para sempre, considerando a economia brasileira. Por que fazer esta festa na praia? Não há nada de humilde neste tipo de espetáculo…”

Compreenda-se bem. Aqui não queremos dizer que o Papa não deveria ser recebido como quem realmente ele é: um chefe de estado e a suprema autoridade da Igreja Católica. Mas a sua suposta humildade pessoal não pode humilhar continuamente o cargo que ele ocupa e os seus predecessores!

Pois é ou não evidente que o Papa Francisco está surfando na onda midiática às custas de seu predecessor e da tradição da Igreja? É ou não uma obviedade que Papa Francisco só é elogiado em contraposição à tradição do Papado e a Bento XVI, retratado, por sua causa, como um Papa autoritário, fechado, frívolo, apegado à Missa em Latim e às suas roupinhas renascentistas e barrocas?

Não é possível e nem devemos julgar a pessoa do Papa Francisco e, muito menos, as suas intenções. Mas podemos julgar sua atuação pública e perceber as trágicas consequências de suas escolhas em nossas paróquias e nossas famílias. É nelas que nós leigos temos que enfrentar diariamente a dificuldade de defender um Papado que nem o próprio Papa parece defender.

Também não é possível, neste momento histórico, dizer de onde provém o populismo de Jorge Mario Bergoglio. É simplesmente parte de sua genética latino-americana? Ou é influência ideológica de Ernesto Laclau (marxista, coincidentemente?, argentino).

Foi o Dr. Laclau quem descobriu a solução mágica para implantar o socialismo revolucionário na América Latina: se a direita usou historicamente o populismo para suas finalidades “fascistas”, porque não podemos usar o mesmo método para implantar a revolução?

Chávez, Lula e tantos outros aprenderam a lição de Laclau.

Se a fonte do populismo pontifício é Laclau, Tucho, a genética ou o acaso, somente a história poderá julgar.

Enquanto isto, nós aqui, “nas bases”,  vamos tolerando o sofrível show da humildade…

Anúncios

Um comentário sobre “Ppa Francisco: Show da Humildade.

  1. Realmente, não vejo que o papa Francisco queira defender o papado, mas ser uma “boa notícia”. O que cada cristão deve fazer!

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s