Frases do Papa Francisco

  • “Como o Bom Samaritano, não nos envergonhemos de tocar as feridas de quem sofre, mas procuremos curá-las com gestos concretos de amor.” ( Papa Francisco)
  • “A piedade é o dom do Espírito Santo que nos permite viver a vida cristã com autêntico espírito religioso e com uma profunda confiança em Deus. Longe de ser um dever ou imposição, este dom garante que a nossa relação com Deus brote genuinamente do nosso coração: o Espírito Santo nos leva a perceber a presença de Deus e todo o seu amor por nós, o que suscita em nós gratidão e louvor, e nos faz viver como seus filhos. A piedade, por outro lado, nos ajuda a viver como irmãos, tornando-nos capazes de alegrar-nos com quem se alegra, chorar com quem chora, estar próximo de quem está só ou angustiado, corrigir quem está no erro, consolar quem está aflito, acolher quem passa necessidade”. (Papa Francisco)
  • “Os milagres existem, mas é necessária a oração! Uma oração corajosa, que luta, que persevera.” (Papa Francisco)
  •  “Estes casamentos que não desejam filhos, que querem ficar sem fecundidade. Esta cultura do bem estar de dez anos atrás nos convenceu: É melhor não ter filhos! É melhor! Assim tu podes conhecer o mundo, em férias, pode ter uma casa de campo, fica tranqüilo”… Mas é melhor talvez – mais cômodo – ter um cãozinho, dois gatos, e o amor se dirige aos dois gatos e ao cãozinho. É verdade ou não? E por fim este casamento chega à velhice na solidão, com a amargura de uma solidão difícil. Não é fecundo, não faz aquilo que Jesus faz com sua Igreja: torna-a fecunda”. (Papa Francisco)
  • “Às vezes, nos fechamos em nós mesmos… Senhor, ajudai-nos a sair ao encontro dos outros, a servir os mais fracos.” (Papa Francisco)
  • “Aos jovens, suas palavras foram: “Seria triste um jovem que protege sua juventude num cofre. Assim, esta juventude se torna velha, no pior sentido da palavra. Torna-se pano velho. Não serve para nada. A juventude serve para arriscar: arriscar bem, com esperança. Apostá-la em coisas grandes. Deve ser doada para que outros conheçam o Senhor. Não a poupem para vocês, avante!” (Papa Francisco)
  • “Vai-nos fazer bem hoje pedir ao Senhor que dê a todos nós este ‘sentido do sagrado’, este sentido que nos faz perceber que uma coisa é rezar em casa, rezar na Igreja, rezar o rosário, fazer a Via-Sacra, ler a Bíblia, fazer tantas lindas orações… mas uma outra coisa é a celebração eucarística.” (Papa Francisco)
  • “Se a Igreja não confessar Jesus Cristo, ela se transforma em uma ONG.” (PAPA FRANCISCO)
  • “A política está muito suja: mas, está suja por que? Por que os cristãos não se meteram nela com espírito evangélico.” (Papa Francisco)
  • “O dinheiro tem que servir, não governar.” (Papa Francisco)
  • “Jesus, o Amor encarnado, morreu na cruz pelos nossos pecados, mas Deus Pai ressuscitou-O e fê-Lo Senhor da vida e da morte. Em Jesus, o Amor triunfou sobre o ódio, a misericórdia sobre o pecado, o bem sobre o mal, a verdade sobre a mentira, a vida sobre a morte”. (Papa Francisco)
  • “Quem celebra a Eucaristia não o faz porque quer parecer melhor que os outros, mas porque se reconhece sempre necessitado de ser acolhido pela misericórdia de Deus feita carne em Jesus Cristo. Devemos ir à Missa humildemente, como pecadores” (Papa Francisco
  • “O Verbo de Deus monta a sua tenda entre nós, pecadores, e todos nós devemos nos apressar para receber a graça. Tantas vezes, nós O rejeitamos, preferimos permanecer no nosso pecado, mas Jesus não desiste, não deixa de oferecer a si mesmo e a graça que nos salva. Jesus nos espera sempre, essa é uma mensagem de esperança, de salvação e nós somos chamados a testemunhar com alegria este Evangelho da vida” (Papa Francisco)
  • “É santa [a Igreja] porque é guiada pelo Espírito Santo, que purifica, transforma e renova. Não é santa pelos nossos méritos, mas porque Deus a torna santa, ela é fruto do Espírito Santo e dos dons d’Ele. Não somos nós a torná-la santa: é Deus, é o Espírito Santo, que, no Seu amor, faz santa a Igreja!”. (Papa Francisco)
  • ” Queridos amigos, não se esqueçam: Vocês são o campo da fé! Vocês são os atletas de Cristo! Vocês são os construtores de uma Igreja mais bela e de um mundo melhor. Elevemos o olhar para Nossa Senhora. Ela nos ajuda a seguir Jesus, nos dá o exemplo com o seu “sim” a Deus: «Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua Palavra» (Lc 1,38). Também nós o dizemos a Deus, juntos com Maria: faça-se em mim segundo a Tua palavra. Assim seja! ” (Papa Francisco)
  • ” Querido jovem: “bote Cristo” na sua vida. Nestes dias, Ele lhe espera na Palavra; escute-O com atenção e o seu coração será inflamado pela sua presença; “Bote Cristo”: Ele lhe acolhe no Sacramento do perdão, para curar, com a sua misericórdia, as feridas do pecado. Não tenham medo de pedir perdão a Deus. Ele nunca se cansa de nos perdoar, como um pai que nos ama. Deus é pura misericórdia! “Bote Cristo: Ele lhe espera no encontro com a sua Carne na Eucaristia, Sacramento da sua presença, do seu sacrifício de amor, e na humanidade de tantos jovens que vão lhe enriquecer com a sua amizade, lhe encorajar com o seu testemunho de fé, lhe ensinar a linguagem da caridade, da bondade, do serviço. Você também, querido jovem, pode ser uma testemunha jubilosa do seu amor, uma testemunha corajosa do seu Evangelho para levar a este nosso mundo um pouco de luz ” (Papa Francisco)
  • “Assim, de cara à Jornada Mundial da Juventude que me trouxe até o Brasil, também eu venho hoje bater à porta da casa de Maria, que amou e educou Jesus, para que ajude a todos nós, os Pastores do Povo de Deus, aos pais e aos educadores, a transmitir aos nossos jovens os valores que farão deles construtores de um País e de um mundo mais justo, solidário e fraterno. Para tal, gostaria de chamar à atenção para três simples posturas: Conservar a esperança; deixar-se surpreender por Deus; viver na alegria.” (Papa Francisco)
  • “Mãe que nos dá a fé, Mãe que nos dá a identidade. Mas a identidade cristã não é uma carteira de identidade. A identidade cristã é uma pertença à Igreja, à Igreja Mãe, porque encontrar Jesus fora da Igreja não é possível. O grande Paulo VI dizia: é uma dicotomia absurda querer viver com Jesus sem a Igreja, seguir Jesus fora da Igreja, amar Jesus sem a Igreja (cfr Esort. ap. Evangelii nuntiandi, 16). E aquela Igreja Mãe que nos doa Jesus nos doa a identidade que não é somente um selo: é uma pertença. Identidade significa pertença. A pertença à Igreja: isto é belo!” (Papa Francisco)
  • “Cristãos mornos são aqueles que querem construir uma Igreja na própria medida, mas esta não é a Igreja de Jesus”. Papa Francisco
Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s