Natividade de São João Batista

João Batista, o Precursor, nasceu na cidade de Judá em uma pequena aldeia chamada Aim Karim, perto de Hebron. Filho do sacerdote São Zacarias e de Santa Isabel, prima da Virgem Maria, João Batista teve seu nascimento predito pelo arcanjo Gabriel. Este último anunciou a Zacarias que sua esposa, já idosa e estéril, daria a luz um filho e que este menino seria o precursor do Salvador.

Assim aconteceu, e os evangelhos narram, quando da visita de Maria a sua prima Isabel, que a criança estremecera no ventre de Isabel. O fato deve-se à reverência que João Batista já fazia Àquele do qual seria precursor. Após seu nascimento, o evangelista Lucas narra a infância de João, na qual o menino foi crescendo e fortificando-se no espírito.

Em sua juventude, retirou-se para o deserto a fim de preparar-se para a sua missão. Lá viveu uma vida austera e voltada para a oração, jejum e recolhimento. Com aproximadamente trinta anos, iniciou suas pregações às margens do Rio Jordão.

O ápice da pregação de São João Batista consistia em preparar o povo para a vinda do Messias, tanto pela Palavra como pelo seu testemunho. Ficou conhecido como Batista pela ênfase que dava ao batismo, sempre ressaltando que viria Àquele que era maior que ele.

Com destemor anunciou a vinda de Cristo e denunciou o pecado de Herodes Antipas que o levou à prisão e por conta das comemorações de seu aniversário, motivado pela ardilosa influência de Herodíades, filha do rei, e Salomé, sua filha, ordenou que João Batista fosse decapitado e sua cabeça trazida em uma bandeja.

João Batista é um dos santos mais populares da cristandade tendo duas datas celebradas em sua honra: a natividade em 24 de junho e sua morte no dia 29 de agosto.

 

Via Zenit

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s