O milagre por intercessão de Bento XVI: jovem se cura do câncer e agora quer ser sacerdote

Um canal de televisão americano deu a conhecer a história de Peter Srsich, um jovem americano que com apenas 17 anos foi diagnosticado com um câncer agressivo que o levou a tratamentos em hospitais especializados (como o Children´s Hospital Colorado): «Uma radiografia do tórax revelou um tumor do tamanho de uma bola de softbol em seu peito», disse Laura Srsich, mãe de Peter. Tratava-se da quarta etapa do linfoma não Hodgkin.

Consciente da própria situação, Peter expressou o desejo de encontrar o Papa Bento XVI, então começaram a lutar até que a fundação Make-a-Wish acolheu o pedido e começaram a fazer os contatos. Em 30 de maio de 2012, menos de um ano antes de sua renúncia ao Papado, Bento XVI recebeu e saudou pessoalmente a Peter Srsich em audiência geral no Vaticano.

Peter entregou uma pulseira verde ao Papa com um pedido impresso: ‘reze por mim’.
«Quando me levantei para falar com ele, me chamou a atenção quanto humano ele era», refere Peter. E acrescenta: «Foi uma grande experiência ver quanto humilde que é o Papa».
E Bento XVI escutou Peter quando este lhe falava de seu câncer e lhe pedia orações de um modo muito «curioso»: presenteando-o com uma pulseira de cor verde que estava impressa uma gravação: «rezar por Peter».

 

Depois de lhe dar a pulseira, o Papa o abençoou, «pôs sua mão direita no peito onde estava o tumor. Ele não sabia onde estava o tumor, mas ele pôs sua mão direita ali», confessa Peter. Os seus pais não tem dúvida: Peter se curou por intercessão do Papa emérito Bento XVI.

Um ano depois Peter estava curado do câncer. Atualmente estuda na Universidade de Regis, em Denver, e, como mostra o vídeo de KSDK TV, quer ser sacerdote. O encontro com o Papa da humildade e da razão lhe fez ver que possivelmente Deus está lhe chamando.

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s