QUAL É O TAMANHO DOS SEUS SONHOS?

555193_441786339165527_1474285991_n“O homem é do tamanho dos seus sonhos”, assim dizia Fernando Pessoa. Qual o seu limite para sonhar e realizar objetivos em sua vida?

Nenhum.O limite é você quem impõe.

Você é a única pessoa que pode colocar restrições nos seus desejos.

Veja que as grandes realizações do nosso século aconteceram quando alguém resolveu vencer o impossível…

Nas navegações, encontramos um navegador corajoso, Cristovão Colombo determinado a seguir viagens pelo mar, mesmo estando cansado de ouvir que o mar acabava e estava cheio de monstros terríveis. Ele lutou com os reis de Portugal e da Espanha, até que conseguiu as suas três caravelas, e depois de quase dois meses chegou a Santo Domingo, na América central, e descobriu um Novo Mundo. Se ele pusesse limites a seu sonho, teria fracassado.

Santos Dumont foi taxado de louco tantas vezes que nem mais ligava para os comentários, até fazer subir seu 14 Bis… Mas um dia o seu avião voou.

Henry Ford foi ignorado por banqueiros e poderosos que não acreditavam em carros em série. Mas um dia ele começou a produção de carros em série.

Einstein foi ridicularizado na Alemanha…

Martin Luther King sonhava em acabar com o racismo nos Estados Unidos. Foi atacado de todo jeito, mas venceu; teve de pagar com a vida, mas venceu o racismo em Atlanta e nos EUA. Hoje na sua cidade há uma pira acesa continuamente, diante do seu túmulo, relembrando a sua vitória.

Mahatma Gandhi queria libertar o povo indiano da colonização exploradora da Inglaterra. Lutou toda a vida; esmerou-se no jejum e nas orações, nas caminhadas e na doutrinação do povo pelo método da não violência; também pagou com a vida, mas a sua Índia ficou liberta dos ingleses.

Desistir de nossos projetos, ou aceitar palpites infelizes em nossas vidas é mais fácil do que lutar por eles.

Renunciar, chorar, aceitar a derrota é mais simples pelo simples fato de que não nos obriga ao trabalho.

E ser feliz, dá trabalho. Ser feliz é questão de persistência, de lutas diárias, de encantos e desencantos. Para ser feliz é preciso ter um ideal permanente pelo qual valha a pena gastar a vida.

Como ficarão seus projetos… eles resistirão às amarguras e desacertos do dia- a -dia?

Qual o limite que você colocou em seus sonhos?
Lembre-se: não há limites para sonhar… Não se limite, vá a luta!

Disse o poeta que “o impossível é apenas algo que alguém ainda não realizou.”

Sem um ideal permanente em nossa vida; pela qual valha a pena viver e morrer, a vida perde o sentido e a felicidade desvanece. Não basta um ideal transitório, que se atinge e acaba; deve ser permanente.

 

Professor Felipe Aquino

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s