É o Espírito e não as licenciaturas a dar identidade ao cristão – o Papa na Missa desta terça-feira

A identidade do cristão é formada pelo Espirito e não pelas licenciaturas – esta a mensagem forte e contundente do Papa Francisco na Missa em Santa Marta na manhã desta terça-feira.
O Evangelho do dia apresenta-nos Jesus que ensinava em Cafarnaum e fazia-o, segundo o texto sagrado, “com autoridade” e todos “estavam maravilhados com o seu ensino”. Partindo desta passagem o Papa Francisco afirmou que Cristo não era um pregador comum, porque a sua autoridade vinha da “unção especial do Espírito Santo” para trazer a liberdade e a salvação. E o Papa Francisco citou também a leitura de S. Paulo aos Coríntios para lançar uma questão: Qual é a nossa identidade de cristãos?

“ E nós podemos perguntar-nos qual é a nossa identidade de cristãos? E Paulo hoje di-lo bem. ‘Destas coisas – diz Paulo – nós falamos não com palavras sugeridas pela sabedoria humana’. A pregação de Paulo não é porque fez um curso na Lateranense, ou na Gregoriana… Não! Sabedoria humana, não! Mas sim ensinai do Espírito: Paulo pregava com a unção do Espírito, exprimindo coisas espirituais do Espírito em termos espirituais. Mas o homem deixado às suas próprias forças não compreende as coisas do Espírito de Deus: o homem sozinho não pode compreender isto!

“Nós temos o pensamento de Cristo, ou seja, o Espírito de Cristo. Esta é a identidade cristã. Não ter o Espírito do mundo, aquele modo de pensar, aquele modo de julgar… Tu podes ter cinco licenciaturas em teologia, mas não ter o Espírito de Deus! Talvez tu sejas um grande teólogo, mas não és um cristão, porque não tens o Espírito de Deus! Aquilo que dá autoridade e identidade é a unção do Espírito Santo.”

O Santo Padre concluiu a sua homilia dizendo que o povo não amava os pregadores e doutores da lei, porque mesmo que falassem de teologia não chegavam ao coração, não estavam ungidos pelo Espírito Santo. E a autoridade de Cristo vem precisamente da capacidade de compreender as coisas do Espírito e de falar a língua do Espirito, afirmou o Papa Francisco:

“ A autoridade de Jesus – e a autoridade do cristão – vem precisamente desta capacidade de perceber as coisas do Espírito, de falar a língua do Espírito. Vem desta unção do Espírito Santo. E tantas vezes nós encontramos entre os nossos fieis, velhinhas que não terminaram a escola primária mas que te falam destas coisas melhor do que um teologo, porque têm o Espirito Santo. Aquilo que tem S. Paulo. E todos nós devemos pedir isto. Senhor dá-nos a identidade cristã, aquela que tu tinhas. Dá-nos o Teu Espírito. Dá-nos o Teu modo de pensar, de sentir de falar: Senhor dá-nos a unção do Espirito Santo.”

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s