Sofrer o mundo, viver em Cristo

Que Deus maravilhoso nós temos! Ele é o Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, a fonte de toda a misericórdia, e aquele que tão maravilhosamente nos conforta e fortalece nas dificuldades e provações! E por que Ele faz isso? Para que, quando os outros estiverem aflitos, necessitados da nossa compaixão e do nosso estimulo, possamos transmitir-lhes essa mesma ajuda e esse mesmo consolo que Deus nos deu. Podem estar seguros de que, quanto mais suportarmos sofrimento por causa de Cristo, mais Ele derramara sobre nós o seu consolo e o seu incentivo.” 2 Corintios 1:3-5 (VIVA)

O Triunfo de Cristo é diferente!

Ao me deparar com a história de Jesus e todos que ousaram andar com Ele, percebo que todos tem algo em comum. Eles deram de cara com o sofrimento constantemente. Alguns experimentaram os problemas em intensidade maior e outros em menor, mas todos tiveram que passar por muitas dificuldades quando estiveram com Deus. O próprio Cristo disse: “No mundo tereis aflições” (João 16:33), “…Não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia” (João 15.19), mas também disse: “…mas tende bom animo” (João 16:33), “Bem-aventurados os que sofrem perseguição” (Mateus 5:10-12).

Parece-me que a bíblia é enfática em muitas das suas justificativas acerca do povo escolhido por Deus. A lógica bíblica para as mazelas da humanidade é interessante. Ela fala sempre de “perder para ganhar”, “morrer para viver” em uma inversão incomodadora. Dessa forma, percebo que Deus tem sempre um jeito meio contraditório de dizer as coisas aos seus. Com isso, a bíblia me dá passos para que eu creia que a “fraqueza humana” – ou a exposição plena dela diante de nossos olhos – é o único caminho para Deus. O sofrimento não é só um caminho para Deus, mas é o principal.

Deste modo, o “triunfalismo evangélico” pregado nas igrejas, a “síndrome da vacina contra dificuldade” buscada pela maioria e a suposta “blindagem de Deus” contra o sofrimento não é só uma grande mentira, mas é um caminho oposto a Deus segundo as escrituras.

Um pouco de  contato com a leitura bíblica mais atenciosa deveria nos despertar para a realidade de que o Cristianismo não nos coloca em uma redoma de vidro. Jesus não é um resolvedor de encrencas! Somente com esta consciência poderemos notar que o mal se levanta sim com maior rigor para aqueles quem Deus usa. Aqueles quem Deus propõe tarefas de viver ao seu lado, recebem de Deus não só suas bençãos, mas também sofrimentos por causa do Seu nome. Inclusive, tenho a impressão de que os mais usados por Deus são aqueles que só tem mais proximidade com as hostilidades do mundo. (Leia Hebreus 10:32-38, 2 Timóteo 3:12)

Talvez seja por isso que o escritor CS Lewis ironicamente diz : “Eu não fui para a religião para me fazer feliz. Eu sempre soube que uma garrafa de vinho do porto faria isso. Se você quer uma religião para fazer você se sentir realmente confortável, certamente eu não recomendo o cristianismo.

Durante minha caminhada ao lado de Deus, percebo uma voz constante me dizendo: “Aquilo que Te dei e o que quero fazer usando você, vai te colocar em situações onde você vai dar de cara com o sofrimento. Não porque eu quero que sofra, mas porque para que meu nome seja proclamado entre o sofrimento, eu preciso que esteja lá. E isso não só o colocará de joelhos diante de mim, como será testemunho do meu nome para as pessoas que te cercam.” Se você quer Deus e não quer sofrer, você, na verdade não quer Deus, você quer apenas uma entidade que tem poder.

Tomar a cruz não é um convite para o conforto!

Deus disse a Abraão que faria um povo a partir dele, mas posteriormente Deus pediu seu filho para ensiná-lo que deveria confiar completamente Nele e na Sua palavra.

Deus falou a José, que queria usar alguém da sua casa e que ele era esse alguém, mas para que isso, seus irmãos o odiaram, foi vendido como escravo ao Egito, sofreu prisões e injustiças.

Moisés recebeu de Deus a tarefa de liderar a libertação do povo do Egito, atravessou o deserto e os livrou da escravidão, ele viu o rosto de Deus, mas quando estava quase em Canaã, Deus não o deixou entrar por causa da sua rebeldia.

O Rei Saul, era o maior, o melhor, o mais querido das mulheres, mas um dia quis ser sacerdote e ocupar um lugar que não deveria estar e Deus o puniu o tirando do trono.

Daniel era amado de Deus, e por causa disso teve de ir enfrentar leões em uma cova.

E Jesus Cristo? Ele foi o pleno servo sofredor, apanhou sem misericórdia, foi colocado diante da morte e teve que experimentar o máximo de Deus confiando na sua ressurreição. (Leia 2 Timóteo 2:8-10).

O Apóstolo Paulo, foi usado para que o movimento de Jesus e o que Ele tinha feito na Cruz perdurasse até hoje, por causa disso sofreu prisões, naufrágios, espancamentos, noites mal dormidas, fome e sede.

Jesus faz a nós um convite: “Você quer andar comigo? Então, se prepare!

Talvez você pense que  isso é  muito duro, talvez prefira não acreditar no que acabou de ler. Bem, mas eu estou falando daquelas pessoas que querem conhecer a Deus com profundidade e que querem fazer diferença nos meios por onde circula. É possível continuarmos vivendo um cristianismo medíocre, podemos continuar brincando de igreja, fingindo saber o nosso papel, e enganado com a pobreza do discurso do triunfalismo evangelicóide, podemos continuar indo a igreja para ter dinheiro e poder, podemos continuar ocupando cargos para ser reconhecido apenas… É possível viver uma vida inteira se iludindo a respeito de si, mas este não é o convite de Cristo.

Você tem fome de Deus? Se sua resposta for sim, tenha coragem de experimentar as marcas da caminhada com Cristo, sem medo de perder, sem medo de prejuízos, sem medo dos próprios medos. Apesar do sofrimento, a bíblia nos diz que logo isso tudo vai passar. O mais impressionante é que se perguntarmos para qualquer um desses homens que citei se eles se sentem arrependidos da vida que levaram por causa de Cristo todos eles diriam: “Não, pois Deus se apresentou a nós justamente nas dificuldades.” Esses homens trocariam a vida inteira por esse segundo de profunda intimidade com Ele. (Leia 2 Coríntios 12:10)

A bíblia nos diz que há algo mais que o sofrimento diante dos planos de Deus, no entanto, o sofrimento será, por enquanto, um caminho até Deus. “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.2 Coríntios 4:17-18. Só por meio da cruz é que podemos ter a consolação do Pai.“Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo.” 2 Coríntios 1:5

Deus não está pedindo para você ser como Paulo, como Abraão,ou qualquer outro personagem bíblico, mas para que ao ter a vida com Cristo possamos testemunhar de Cristo em nosso tempo, para as pessoas que encontramos e vivemos ao lado. Aceitar a Cruz é muito mais do que querer ir na igreja todo domingo, é muito mais que querer simplesmente se dar bem nesta vida usando o nome de Cristo!

Seja sincero, se arrependa, e venha viver com a vida da Cruz, que é sofrimento, mas é o único caminho até Deus.

Murillo Leal 

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s