Vaticano não está em alerta máximo, diz porta-voz

Cidade do Vaticano (RV) –  “Contrariamente do que foi divulgado por alguns meios de comunicação, não é verdade que a Santa Sé tenha recebido assinalações de riscos específicos de serviços de segurança de outros países”. É o que disse o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi.

“Conservam-se os normais e oportunos entre serviços de segurança que, fazendo referência à situação atual convidam à atenção e prudência razoável – prossegue o porta-voz do Vaticano – contudo não resultam assinalações de motivos concretos e específicos de risco”.

“Não é o caso de alimentar preocupações não motivadas – concluiu – que possam inutilmente perturbar o clima de vida e de trabalho, e isso também no que diz respeito aos tantos peregrinos e turistas que todos os dias frequentam o Vaticano”, reiterou. (RB)

 

Via radio Vaticano

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s