Vocação: ‘crer significa deixar-se a si mesmo’

A Sala de Imprensa da Santa Sé publicou nesta terça-feira (14/04) a Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações, celebrado no IV Domingo de Páscoa.

“O êxodo, experiência fundamental da vocação” é o tema escolhido por Francisco, que dedica todo o conteúdo da mensagem a um dos conceitos mais reiterados em seu pontificado: o de sair-se de si mesmo para centrar a nossa vida em Jesus Cristo.

Êxodo – alma cristã

“A vocação cristã só pode nascer dentro duma experiência de missão”, escreve o Papa, acrescentando que o “êxodo” é o caminho da alma cristã e de toda a Igreja. “Na raiz de cada vocação cristã, afirma, há este movimento fundamental da experiência de fé: crer significa deixar-se a si mesmo, sair da comodidade e rigidez do próprio eu para centrar a nossa vida em Jesus Cristo.”

Esta “saída”, explica o Pontífice, não deve ser entendida como um desprezo da própria vida, do próprio sentir, da própria humanidade; pelo contrário, quem se põe a caminho no seguimento de Cristo encontra a vida em abundância, colocando tudo de si à disposição de Deus e do seu Reino.

“A experiência do êxodo é paradigma da vida cristã, particularmente de quem abraça uma vocação de especial dedicação ao serviço do Evangelho. Consiste numa atitude sempre renovada de conversão e transformação, em permanecer sempre em caminho, em passar da morte à vida, como celebramos em toda a liturgia: é o dinamismo pascal.”

Igreja “em saída”

Todavia, adverte, esta dinâmica do êxodo diz respeito não só à pessoa chamada, mas também à atividade missionária e evangelizadora da Igreja inteira. Esta é verdadeiramente fiel ao seu Mestre na medida em que é uma Igreja “em saída”, não preocupada consigo mesma, com as suas próprias estruturas e conquistas, mas sim capaz de ir, de se mover, de encontrar os filhos de Deus na sua situação real e compadecer-se das suas feridas.

De modo especial, Francisco se dirige aos jovens, para que não se deixem “paralisar” pelas preocupações e incertezas do futuro. E conclui:

“O Evangelho é a Palavra que liberta, transforma e torna mais bela a nossa vida. Como é bom deixar-se surpreender pela chamada de Deus, acolher a sua Palavra, pôr os passos da vossa vida nas pegadas de Jesus, na adoração do mistério divino e na generosa dedicação aos outros! A vossa vida tornar-se-á cada dia mais rica e feliz.”

O Dia Mundial de Oração pelas Vocações é celebrado há mais de 50 anos no IV Domingo de Páscoa, quando o Evangelho propõe o ícone do Bom Pastor. Este dia recorda a importância de rezar para que o “dono da messe – como disse Jesus aos seus discípulos – mande trabalhadores para a sua messe”.

 

Fonte: Rádio Vaticano

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s