Morre na Índia irmã Nirmala, sucessora de Madre Teresa

Morreu na noite desta terça-feira (23/06), em Calcutá, irmã Nirmala Joshi, aos 81 anos. A religiosa indiana foi a primeira irmã a guiar as Missionárias da Caridade após a morte da Beata Madre Teresa. Os funerais acontecerão nesta quarta-feira, a partir das 16h (hora local), na sede da Congregação, em Calcutá.

Irmã Nirmala, que padecia de doenças cardíacas, apresentou nos últimos dias um quadro de insuficiência renal e, na sexta-feira passada, os médicos sugeriram que ela fosse internada para realizar diálise. A religiosa, no entanto, preferiu permanecer em casa com as suas companheiras.

História

Irmã Nirmala nasceu em 1934, em Ranchi, atual capital do Estado de Jharkanda, quando esta ainda era parte da província de Bihar e Orissa, sob o império britânico indiano. Seus pais eram do Nepal e seu pai foi oficial do exército inglês até a independência da Índia, em 1947. Apesar dos pais serem hindus, Nirmala recebeu educação cristã de missionários em Patna, capital do Estado de Bihar. Conheceu, então, o trabalho de Madre Teresa e expressou o desejo de compartilhar aquele serviço. Rapidamente, se consagrou à fé católica e passou a integrar as Missionárias da Caridade.

Com diploma em Ciências Políticas e experiência em advocacia, foi uma das primeiras irmãs da congregação a guiar uma missão estrangeira ao ser enviada ao Panamá.

Contemplação

Em 1976, irmã Nirmala deu início ao ramo contemplativo das Missionárias da Caridade, do qual permaneceu líder até sua eleição como sucessora de Madre Teresa, em 1997, seis meses após a morte da beata fundadora.

Muito reservada e amante da vida contemplativa, irmã Nirmala foi superiora geral das Missionárias da Caridade até 2009, quando foi sucedida por irmã Mary Prema Pierick, atual superiora da congregação.

 

Fonte: Rádio Vaticano

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s