A missão do ISIS? Converter o mundo ao Islã, adverte religiosa ortodoxa

A irmã Hatune Dogan, religiosa síria-ortodoxa, lidera uma fundação dedicada a atender os cristãos perseguidos no Oriente Médio advertiu recentemente que “o objetivo do Estado Islâmico (ISIS) é converter o mundo ao Islã e aqueles que negam a vinculação do ISIS com esta religião, estão equivocados”.

Em declarações a CBN News, a religiosa ortodoxa nascida na Turquia ressaltou: “A missão de (Abu Bakr) Baghdadi, líder do ISIS, é converter o mundo inteiro à religião islâmica e trazê-lo para Dar Al Salaam, como eles o chamam. E o Islã não busca a paz, por favor. Quem diz que o ISIS não tem vínculo com o Islã está mentindo. O ISIS é Islã e o Islã é ISIS”.

A irmã Dogan recordou: “No Oriente Médio, especialmente no Iraque e na Síria, centenas de milhares de cristãos foram expulsos de suas casas, assassinados –fuzilados, decapitados ou crucificados-, ou escravizados. As mulheres cristãs ou yazidís capturadas são convertidas em escravas sexuais.

“Eles escolhem as mulheres mais bonitas, inclusive se tiverem uma criança pequena, são vendidas entre eles. Eles (os jihadistas), não as vendem a outra religião, somente aos muçulmanos sunitas. Há 12.000 sequestrados nas mãos do ISIS – contando somente os yazidís. O que acontece lá, o que tenho ouvido, é a maior barbaridade na história da Terra até hoje”, relatou a religiosa ortodoxa.

A Fundação Hatune Dogan –com sede na Alemanha-, ajuda as pessoas pobres e perseguidas em 35 países, providenciando comida, remédios e roupa. Além disso, a Irmã Dogan viaja constantemente ao Oriente Médio, onde a maioria da população é muçulmana.

A Irmã Dogan comentou: “A perseguição islâmica não é algo estranho para mim, pois quando era jovem vivi as ameaças dos muçulmanos turcos contra a minha família e estas ameaças nos obrigaram abandonar o país”.

“Os Estados Unidos e as outras nações ocidentais devem reagir e acabar com o ISIS, para impedir este desastre sobre a terra”, concluiu a religiosa síria ortodoxa.

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s