Massacre em Oregon: assassino disparou na cabeça das pessoas que professavam a fé cristã

O assassino da escola comunitária Umpqua em Oregon (Estados Unidos), identificado pela imprensa americana como Chris Harper Mercer, perguntava às suas vítimas qual era sua religião e aos cristãos lhes disparava na cabeça, conforme relataram algumas testemunhas e suas famílias.

Ontem, o atirador que tinha de 26 anos de idade, ingressou na escola com três pistolas e um rifle semiautomático, causando a mortde 10 pessoas e outras 7 ficaram feridas, conforme reportaram as autoridades.

Anastásia Boylan, uma das vítimas feridas durante o ataque, disse ao seu pai que o atirador pediu para as pessoas se levantarem e dizerem suas religiões e, então, começou a disparar.

“Enquanto os alunos se levantavam, ele lhes dizia ‘bem, porque você é cristão, irá ver Deus em apenas um segundo’”, relatou o pai de Anastásia à CNN. “E, em seguida, disparou e os matou”, disse.

Por sua parte, Autum Vicari, irmã do J.J. Vicari, outra das testemunhas do massacre, apresentou um testemunho parecido a este na rede americana NBC.

A NBC assinalou que “Vicari disse que em um momento o assassino disse às pessoas que se levantassem, e logo lhes perguntou se eram cristãos ou não. (J.J.) disse-lhe que qualquer pessoa que respondia ‘sim’ recebia um disparo na cabeça. Se diziam ‘outra’ ou não respondiam, disparava-lhe em outra parte do corpo, normalmente na perna”.

O Escritório do Xerife do Condado de Douglas informou que o assassinato ocorrido ontem de manhã “foi considerado um caso massivo com vítimas” e assinalou que devido aos protocolos que seguem em casos como este “o escritório do médico forense do estado será quem dirige a identificação” tanto das vítimas como do assassino.

As autoridades não revelaram os nomes das vítimas, nem confirmaram a identidade do assassino, e assinalaram que “a investigação policial a respeito do assassino e sua motivação está sendo realizada”.

O xerife John Hanlin, pediu à imprensa e à comunidade evitar o sensacionalismo ou a glorificação com relação ao assassino, pois “de maneira alguma o merece”.

“Enfoquem sua atenção nas vítimas e nas suas famílias e em ajudá-los a se recuperar”, exortou Hanlin.

Em sua mensagem mais recente à comunidade, o Arcebispo de Portland, Dom Alexander Sample, expressou sua tristeza “além das palavras pela tragédia que golpeou” à comunidade. Dentro da sua jurisdição está localizada a escola comunitária onde aconteceu o atentado.

“Estou muito unido a todos vocês em espírito e em oração. Somos um corpo em Cristo, e quando um membro sofre todos sofremos com ele. De fato, meu coração está muito pesado com dor e com pena de todos vocês”, assinalou o Arcebispo de Portland.

O Prelado afirmou ainda: “Devemos unir nosso sofrimento com o sofrimento daqueles mais afetados diretamente por esta tragédia, com a cruz de Cristo. Em Cristo, a dor, a morte e a perda são transformados pela glória da ressurreição”.

“Encomendemos em nossa oração nossos irmãos e irmãs falecidos à misericórdia de Nosso Pai amoroso. Rezemos também pela cura e pela fortaleza daqueles que choram a perda de seus seres queridos e aqueles que cuidam dos feridos”, concluiu Dom Alexander Sample.

 

 

Via ACI Digital

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s