Ensaio fotográfico mostra que crianças nascidas do estupro são belas e merecem respeito

A fotógrafa Patricia Willocq criou a série fictícia “Look at me I am beautiful” (“Me olhe, eu sou bonita”, em tradução livre), a forma que ela encontrou para contar a história de Esther, uma menina nascida de um estupro.

As imagens se passam em Goma, na República Democrática do Congo, local com grande índice de crimes de violência sexual por causa da guerra.

Esses atos devastaram a vida de muitas mulheres e crianças, mas iniciativas como essa da Patricia buscam mostrar que essas crianças são lindas como qualquer outra e merecem nosso amor e respeito e também para ajudar mulheres violentadas que escolheram ter seus filhos, mesmo apesar da brutalidade sofrida, a se empoderarem.

Através das fotos e da personagem Esther, podemos acompanhar todos os passos da vida da menina, desde o seu nascimento até a velhice.

Mas tem algo nas fotos que é bem real: todas as crianças que aparecem nas imagens nasceram de estupros.

Via Aleteia

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s