mulheres por agressões sexuais na Alemanha

O imã da mesquita salafista de Colônia (Alemanha), Sami Abu-Yusuf, afirmou que “a culpa é toda das meninas” em relação a grande quantidade de agressões sexuais cometidas por refugiados muçulmanos na véspera do Ano Novo nessa e em outras cidades do país europeu.

Em declarações ao canal REN TV recolhidas pelo jornal espanhol “La Gazeta’, o líder muçulmano assegurou: “A culpa é toda das meninas, pois não podem sair nas ruas quase nuas usando esses perfumes. Com razão os homens queriam agarrá-las, só colocam mais ‘lenha na fogueira’ com essas atitudes”.
Na sua opinião, o que aconteceu em Colônia e em outras cidades “são apenas uma amostra do que poderá ocorrer em toda a Alemanha. Há muita tensão nas ruas”.

A mesquita de Abu-Yusuf está localizada no bairro Kalk de Colônia. Em 2004, foi registrada por agentes antiterroristas o roubo de diversos documentos suspeitos. Nessa ocasião, mais de dez pessoas foram processadas por diferentes delitos.

Agressões sexuais em Colônia

Aproximadamente 170 mulheres denunciaram agressões sexuais e roubos durante a madrugada do dia 31 de dezembro em Colônia. O caso gerou uma grande polêmica devido a uma série de acusações de encobrimento policial, mediático e político, quando as investigações apontam que a maioria dos responsáveis eram muçulmanos que entraram no país como refugiados.

Mais de uma semana depois do ocorrido, o Arcebispo de Munique e Freising e presidente da Conferência Episcopal Alemã, Cardeal Reinhard Marx, assinalou que “os excessos em Colônia e outras cidades importantes são profundamente preocupantes para nossa sociedade e não podem ser tolerados de jeito nenhum”.

Um relatório policial filtrado à imprensa assinala que, um dos suspeitos exclamou no momento de sua detenção: “Sou sírio. Devem me tratar de forma amável. A senhora (Angela) Merkel me convidou”.

Em declarações difundidas no começo deste mês pela rede britânica BBC, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel qualificou as agressões como “atos criminosos repugnantes” que “não serão aceitos” pela Alemanha.

Via Aci Digital

Anúncios

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de "Kerigma, A Proclamação da Palavra". Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s